20 de setembro

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
13/09/19 às 11h55 - Atualizado em 13/09/19 às 12h00

Infraero assume gestão do Aeródromo do Botelho em São Sebastião

COMPARTILHAR

A partir de agora o Aeródromo do Botelho localizado em São Sebastião será administrado pela Infraero. Será o segundo aeroporto do Distrito Federal (DF). O contrato foi firmado nesta quinta-feira (12) pela Agência de Desenvolvimento de Brasília (Terracap) e tem duração de 12 meses, podendo se estender para 60.  

O local tem mais de 100 hangares. A pista do terminal tem 1,7 mil metros de comprimento (o equivalente à área de pouso de Congonhas). De acordo com a Infraero, a capital federal tem quatro das principais rotas mais movimentadas de aviação geral e executiva do País.

O espaço será uma alternativa para quem chega e parte da capital federal em voos executivos e também demanda de aviação geral. O superintendente de Negócios Comerciais da empresa, Claiton Resende, explica que "trata-se de uma alternativa ao aeroporto, que contará com serviços e custos diferenciados aos operadores de aeronaves e com a marca da Infraero na prestação desses serviços". 

Para o administrador regional de São Sebastião, Alan Valim, a parceria vai ao encontro da recomendação do governo do DF que visa suprir a demanda e necessidade da população que tanto sofre com a falta de emprego, chegando a uma média de 18 mil desempregados na cidade. “Isso demonstra cada vez mais o potencial de crescimento e desenvolvimento da nossa região que é hoje uma das maiores em expansão do DF”, finaliza o administrador.  


Contrato


O contrato será dividido em etapas, que envolvem a gestão, análise e levantamento de ajustes e melhorias a serem feitos na estrutura do local; gestão de contratos comerciais e tarifas de utilização do aeródromo; bem como a execução das atividades aeroportuárias – atendimento a requisitos normativos da legislação e regulamentos da aviação civil – e a garantia da segurança das operações, que incluem o uso adequado do local por operadores de aeronaves.

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros